Profissão e propósito pessoal

Matéria_Ricardo Porto_O Estado de São Paulo

Artigo publicado no O Estado de São Paulo de 24 de Abril, 2011, no Caderno de Empregos. Confira o artigo na íntegra abaixo:

 

O PROPÓSITO PESSOAL

 

A Escolha Profissional e o Propósito Pessoal

De uns tempos para cá, o tema Propósito Pessoal vem sendo cada vez mais discutido e estudado. Em conseqüência, aumentou também a discussão a respeito das Empresas com Propósito, prova disto é a freqüência com que este tema vem sendo tratado nas escolas de administração e pelas publicações especializadas, notadamente, no exterior.

Acredito que para se falar de Empresa com Propósito é preciso, primeiro, esclarecer a questão do Propósito Pessoal, por uma razão muito simples: as empresas, quase sempre, refletem a forma de pensar, agir e sentir das pessoas com mais poder de influir no seu rumo, nomeadamente, os acionistas, o conselho de administração, a diretoria executiva e os funcionários. Claro, que há outros agentes externos com poder de influir nos negócios, mas não necessariamente no Propósito.

Posto isto, vou conceituar Propósito Pessoal, e para facilitar, começo com o quê Propósito não é. Não é Objetivo ou Meta, pois estes são quantificáveis e tem um prazo de validade. Não é também a Visão nem a Missão, pois a primeira refere-se a uma aspiração a ser realizada no futuro, e a Missão, ao contrário da Visão, é concreta e indica uma forma de atuar. O Propósito não significa os Valores, embora todo Propósito tenha, intrinsecamente, o seu Valor, que é sempre ético e preservador da vida. E por fim, o Propósito não é a Intenção, que é a qualidade ou a “energia” que colocamos nas ações e atitudes e que levarão ou não, à realização do Propósito Pessoal.

Bem, agora, muitos devem estar se perguntando: afinal, o que é o Propósito Pessoal?

O Propósito Pessoal é um desígnio, um plano, um mapa único e exclusivo que só à pessoa pertence e diz respeito. É a certeza que dá direção, que fortalece a vontade, que motiva e compromete a ação. É uma verdade emocional que não nasce da mente, mas que sabemos está de acordo com nossas qualidades, competências, potencial e, portanto, faz todo sentido. Ser fiel ao Propósito Pessoal é a única forma de viver uma vida com significado e compensadora. Por exemplo: decidir por determinada ação, por confiar nos benefícios e melhorias que trará para a coletividade, ainda que os resultados ou o reconhecimento pessoal sejam incertos, é decidir com Propósito.

Descobrir nosso Propósito Pessoal pode não ser uma tarefa das mais fáceis, mas, certamente, é possível. Para esclarecer, é bom que se diga que o reconhecimento do Propósito não se dá com  um estalo ou um “insight”, mas através de um permanente processo de aprendizado e auto-conhecimento à partir das nossas experiências de vida, que contêm os desafios superados e os fracassos, alegrias e tristezas, acertos e erros. Se nos mantivermos atentos e alertas descobrimos e refinamos nosso Propósito no dia a dia.

Muitas vezes parece que estamos muito distantes do nosso Propósito Pessoal, enquanto pagamos contas, trabalhamos em algo que não nos motiva, temos relacionamentos superficiais, vivemos situações conflituosas e sentimentos de não preenchimento, vazio e frustração. Mas ainda que seja assim é preciso aceitar o fato de que estas situações podem ser oportunidades de aprendermos mais sobre nós mesmos, pois são parte do processo e, conseqüentemente, têm relação com nosso Propósito Pessoal.

Empresas com Propósito sabem que o lucro é importante e indispensável à sua continuidade, mas não o perseguem a qualquer custo. Levam em consideração, ao decidir, os interesses das partes envolvidas – acionistas, funcionários, clientes, fornecedores, financiadores, governo, comunidade e o meio ambiente. São éticas, seguem seus valores e pensam de forma sistêmica, conscientes das implicações e extensão que suas decisões podem ter.

Escolher trabalhar numa empresa cujo Propósito se harmoniza com o nosso próprio Propósito Pessoal, significa optar por ter uma atividade menos estressante, desgastante, e mais motivadora, recompensadora e com muito mais significado. Por isso é tão importante conhecer mais sobre a empresa, seus valores e cultura, antes de aceitar uma proposta, aparentemente, irrecusável.

admin

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *